terça-feira, 2 de junho de 2015

Maio: o que se foi e o que ficou

Olá


Cá estou de novo. Então, o post de hoje é um resumo instagramado do meu mês de maio. Mês esse que minha amiga e eu esbravejamos a toda hora: Acaba logo Maio!!! Mas não posso ser totalmente injusta, até que o mês teve seus bons momentos.

No último sábado as coisas por aqui começaram cedo. Teve escolha de esmalte para pintar as unhas, teve mini organização no quarto. Teve foto para este amado espaço - vocês viram no post de ontem? - e também teve comemoraçãozinha a noite com direito a bacon torradinho. Valeu Rafael.

Em Maio eu trabalhei bastante, mas isso não quer dizer que não foi divertido. Lá pro dia quinze o cansaço de um dia a mais de trabalho me rendeu duas selfies do tipo: queria star morta. Finalmente tenho o albúm novo da Taylor no celular e voltei a assistir Mad Man agora que o seriado acabou.

Foto para uma exposição na escola. Minha ida curtinha na Universidade. Saudades de passar sufoco lá. Sanduichão delicioso do restaurante fresco da cidade. Que saudades desse bacon minhas amigas. E os amigos? Maio foi o mês dos amigos. E eu? Eu tenho os melhores!!!!


É isso, bjs e até

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Look: Sr. Right


Olá internet

Eu voltei!!! Não sei por onde começar. Já tem uns dias que eu queria aparecer por aqui, mas a incerteza de que essa volta ia durar um ou dois dias me segurava. A verdade é que eu ainda não sei essa resposta, ainda não estou conseguindo dar conta das mils atividades que tenho para fazer - e estou procurando mais, depois conto - mas mesmo assim apareci. Apareci para dizer que senti saudades. Por isso no sábado, ao estrear uma roupinha nova resolvi tirar umas fotos e postar aqui. Acho que perdi o jeito, mas eu pego de novo. Ainda tem alguém ai?

Ahh, a mocinha nas fotos comigo é a Carol. A Carol é minha aluna e sempre lê o blog. Aproveitei que ela estava passando pelo local das fotos para fazer uns cliques comigo. Brigada Carol!





sexta-feira, 29 de maio de 2015

Mil Crônicas de Chuveiro: Obrigada Maio!


É isso,

Desde que me conheço por gente, sempre, sempre, sempre fui apaixonada pelo fim do ano. Quando os meses do "bro" chegam eu já começo a comemorar. Aliás, é por isso que amo aquela época, as celebrações, a esperança, o amor.

Ai hoje, entre um prato e outro que lavava com meu marido e já planejava o fim do ano (sou bem dessas) tive um insight: o que faz um fim de ano ser legal não é o fim do ano em si, mas sim tudo aquilo que se viveu nos meses que antecedem, sei lá, Dezembro.

Dito isso, acho que tá mais do que na hora da mocinha aqui botar um freio nessa ansiedade toda e tentar, sempre que possível (todo dia é muita pressão) viver o hoje. Por que se o finzinho de Maio for bom, um bom fim de ano vem de brinde.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Look: Dia de cinema e cinza


Olá


E não é que eu tirei uns minutinhos para fotografar look? Pois sim, fui ao cinema nesse fim de semana ver Cinderela - vou falar sobre o filme na sexta - e aproveitei a saída para tirar umas fotos. Minha câmera, como eu já contei, deu defeito e eu usei o celular mesmo. As fotos foram feitas numa espécie de reserva florestal numa cidade vizinha a nossa, mas que nem chegamos a entrar pois: mosquitos. Como fomos de moto até a cidade vizinha, usei calça e minha blusinha rocker do amor da Riachuelo, fui de cardigã também, mas esqueci na moto na hora das fotos. Sorry =/

Saudades de usar vestidinho! Semana que vem tem mais =)

bjs e até

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Mil Crônicas de Chuveiro: 07



D. Ramon de Matos, meu querido, meu amigo, meu homem, meu marido,

13 de abril, dia internacional do beijo. 13 de abril de 2008, dia do NOSSO beijo. Não o primeiro, cheio de ansiedade nos corredores da faculdade, mas um sério, de pedido de namoro. Na sua casa (nº81). Ficamos a tarde inteira no seu quarto, ocupando o imenso espaço de sua cama de solteiro, sim, pois naquele dia nos tornamos um só e a cama se tornou enorme. Naquele domingo choveu, hoje também, e muito. As horas passaram, precisei ir embora, foi duro me recompor e pegar o ônibus que me levaria até a minha casa. Mas antes um último beijo, de muito outros últimos beijos: às 22h quando nos separávamos para ir para casa, quando você precisava vir para o Ceará sozinho, de todos aqueles meses em Natal, das suas noites indo trabalhar na cidade vizinha. São últimos beijos simbólicos, terão outros, a gente sabe, mas o coração sofre mesmo assim. Naquele 13 o último beijo foi meio de lado, apressado, na parada de ônibus, o motorista acelerando. Como era bom ter 19 anos! Naquele dia eu fui, fui, mas fiquei. Mais fiquei do que fui. Sempre (pra sempre) tem sido assim.
Se passaram 7 anos, 84 meses, um bocado de dias e um montão de horas. Tantas histórias, tantos risos, lágrimas, suor, saliva, desejo, medo, aconchego, e eu ainda não sei escrever para você. Tudo me parece trivial e anos luz de distancia da densidade do que sinto. De como me sinto. 
7 anos fazem bastante diferença na cabeça, no corpo e no coração de uma pessoa, eu mudei muito, menos do que gostaria, ainda tem tanta coisa em mim para aprimorar, ainda mais agora. Você também mudou, que homem! Tão crescido, tão disposto a aprender, a escutar, a largar as velhas convicções e entender que o mundo é de todxs. E eu te amo demais por isso. No entanto, tem umas coisas que não mudaram, a primeira dela é que, o motivo que me fez, naquele nosso primeiro Mossoró Moto Show, te pedir em casamento ainda é o mesmo: eu preciso passar o resto da minha vida com você. É você quem eu quero para mim. Eu te amo, eu amo a mim quando estou com você. São seus defeitos, qualidades, manias, erros, acertos, inteligência e limitações que me fazem, correr quantos quilômetros forem precisos para te alcançar. Nada na minha vida até hoje se compara a isso. Ao que sinto e ao que eu quero.
Não nos darei datas, prazos. Talvez a gente fique junto pra sempre, talvez cada um siga seu rumo amanhã. Hoje estamos juntos. É isso que importa


Preciso de você. TE AMO!

Ítala, a de sempre, a nova e a futura. Todas elas, sem exceção, amam você.

terça-feira, 7 de abril de 2015

Na TV: Orphan Black


Olá pessoas,

hoje vou falar de meu novo amor na TV, o seriado Orphan Black. Que amor por essa trama e por essa(s) mulher(es) gente!!!

Sinopse:  é uma série canadense de ficção científica criada por Graeme Manson e John Fawcett. É uma co-produção entre BBC America e a emissora canadense Space. Protagonizada por Tatiana Maslany, a trama estreou em 30 de março de 2013, recebendo comentários positivos da crítica especializada. Foi indicada para o Globo de Ouro e o Satellite Award, além de ter faturado estatuetas em premiações como Critics' Choice Television Award e Canadian Screen Awards. A segunda temporada da série, cuja estreia ocorreu em 19 de abril de 2014, também foi bem recebida pela crítica. Em 9 de julho de 2014, a série foi renovada para uma terceira temporada de dez episódios com estreia prevista para o dia 18 de abril de 2015.

O seriado começa cheio de mistérios, com aquelas coisas de ficção científica que eu adoro e só melhora. A segunda temporada terminou tipo: MEU DEUS!!! E cá estou, ansiosa para que volte.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

06 On 06: Páscoa

Olá


Cresci em uma família católica, e, embora hoje não tenha (mais) nenhuma religião definida, a Páscoa para mim é super importante, mais importante do que comer ovo de chocolate, que claro, eu não dispenso. A blogagem coletiva de hoje tem por tema, essa data tão cheia de significados para várias culturas, povos e crenças. Para mim, a Páscoa significa renovação, recomeço. Assim, vou listar as 06 coisas que pretendo recomeçar desde já


Saúde
Preciso cuidar da minha saúde, meu corpo - e mente - não aguentam mais tanto desleixo. Consultas marcadas, cardápio revisto e a promessa de voltar a praticar atividade física.


Espiritualidade
parece bobagem, mas na vida é preciso para vez ou outra para estabelecer em que se acredita, o que é ou não fundamental. Recarregar as energias sabem?!


Família
Saudades pai!

Aprender
Sempre né gente, xô preguiça muita, não adianta, não tenho condições de ficar parada.


Sonhos
Paris, Natal, São Paulo, Curitiba, eu quero viajar e quero agora, chega de guardar sonhos em folhas de papel, preciso transferi-los para a cabeça.

Blogar
Minha câmera e meu notebook estão quebrados, então estou me virando como posso, mas juro, juradinho que não vai ser dessa vez que o blog se vai.

Não deixem de visitar as demais participantes, A Maricota Cara de Ricota, Priska Araújo, A Moda da Mira, Sonhos de Menina e Minha Mãe que Fez.

Bjs e até

Ah, um beijo do tamanho do mundo para a fofa da Carol, que passa por aqui e fica me pedindo sempre para voltar. Eu volto Carol, obg pelo carinho =)


segunda-feira, 30 de março de 2015

Março - a vida e as pausas

Olá

Não lembro quando foi a última vez em que esse blog ficou tão parado, mas, em dias de completar 05 anos, estamos em crise! Desde fevereiro que eu abro essa página e nada vem. Tento fazer outra coisa, buscar inspiração, mas acabo perdendo tempo e nada que me anime vem. Assim sendo, desde que março chegou, a vida continuou, mas o blog não. Resolvi dá um tempo, por assim dizer, e hoje, depois de bater papo com algumas pessoas - duas, na verdade - resolvi voltar para dizer um olá, dizer que eu adoraria acordar amanhã cheia de vontade de ficar aqui horas e horas de novo, mas não sei se isso vai acontecer. Vou deixar o tempo se incumbir de me contar o que será de nós dois. Vou deixar fluir. Hoje passo aqui para contar isso, para não deixar tudo tão solto e mostrar um pouquinho do que aconteceu nesse mês que acaba daqui a pouco. 05 de Abril eu certamente volto. 06 também, depois a gente vai vendo.

No final do mês (28) teve a cerimônia de colação de grau dos lindos do terceiro ano. Não sei se é por que eu amo aquele povo que trabalha comigo, mas pensem num povo animado. Tudo com eles é festa, mesmo sendo no fim de um sábado que foi letivo, de uma semana cheia de loucuras.

 Esse mês fui duas vezes em Mossoró para ver a banda de Ramon tocando, numa das vezes, todos os amigos daqui foram e oh, foi massa. Melhor noite do mês? Não, mas a melhor registrada.

E lá no iniciozinho de março, em comemoração ao dia da mulher, teve festinha no trabalho.

É isso, bjs e até